SÃO JUDAS TADEU, MÁRTIR E COLUNA DA IGREJA DE CRISTO

ARTIGOS

Judas, servo de Jesus Cristo e irmão de Tiago, aos eleitos bem-amados em Deus Pai e reservados para Jesus Cristo. Que a misericórdia, a paz e o amor se realizem em vós copiosamente” (Jud 1, 1-2).

Em 28 de outubro, fazemos memória de São Judas Tadeu, conhecido como o Santo das causas impossíveis. São Judas, segundo antigas tradições, era primo de Jesus, pois sua mãe, era prima da Virgem Maria e seu pai, Alfeu ou Cleofas, era primo de São José, o esposo da Virgem e Pai terreno do Cristo. Judas e Tiago, seu irmão, estavam entre os doze escolhidos para serem os primeiros discípulos de Jesus. Os historiadores o denominam como Judas Tadeu, que significa cordato, benigno e corajoso, o que o diferencia do Iscariotes, o traidor.

Nascido em Caná da Galileia, São Judas e seu irmão Tiago eram muito próximos da família de Jesus, portanto, eram conhecidos como irmãos de Jesus, devido ao parentesco familiar e à proximidade com que viviam. Sempre citado entre os escolhidos para serem as colunas da Igreja de Jesus, Judas, no contexto da Última Ceia, munido de coragem, fala a Jesus: “Senhor, porque razão hás de manifestar-te a nós e não ao mundo?”. Jesus responde-lhe: “Se alguém me ama guardará a minha palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada” (Jo 14, 22-23).

Podemos perceber o desejo que Judas tinha no coração de que a Palavra e os feitos de Jesus fossem rapidamente conhecidos por todos, e não se limitasse apenas aos discípulos. Essa indagação feita por Judas a Jesus, sobre sua revelação, demonstra quão grande era seu amor por Ele e a fé em sua Palavra, que a queria ver difundida e anunciada. Percebemos que, muito além do grau de parentesco, Jesus tornou-se Mestre e Senhor na vida de São Judas, que, após Pentecostes, repleto do Espírito Santo, partiu em missão mundo afora, anunciando com fervor a Boa Nova, até ser martirizado por recusar-se a adorar outros deuses e a negar sua fé em Cristo.

São Judas Tadeu, comemorado justamente no mês missionário, nos dá o exemplo de uma fé madura e da doação de sua vida em favor da Missão confiada a ele e a todos nós, de sermos anunciadores da Palavra e do Amor salvífico de Cristo, pois, com coragem e destemor, testemunhou com o próprio sangue que Jesus é o Rei e Salvador de toda humanidade.

O seu desejo de que Cristo fosse conhecido e amado concretizou-se através de suas ações, palavras e entrega total de si mesmo, como um dom a favor do Reino de Deus. São Judas Tadeu é invocado como o Santo das causas impossíveis, devido a uma revelação de Jesus a Santa Brígida, na qual dizia: “Invocai com grande confiança ao meu apóstolo Judas Tadeu. Prometo socorrer a todos quantos por seu intermédio recorrerem”, e a Santa Gertrudes: “Invoque São Judas Tadeu nos casos mais desesperados”.

Dessa forma, tornou-se grande o número de devotos que recorrem a São Judas Tadeu nas tribulações e causas impossíveis a serem realizadas humanamente. Porém, ao fazermos memória de São Judas Tadeu, antes de tudo devemos fazê-lo não apenas pelos milagres que esse Santo de Deus nos alcança, mas sim por Ele ter sido escolhido pelo próprio Jesus para ser uma das doze colunas da Igreja de Cristo e, guardando sua Palavra, como lhe respondeu Jesus na Última Ceia, manifestou ao mundo o Amor do Pai pelos homens.

Neste mês missionário, peçamos em nossas orações que São Judas Tadeu interceda para que sejamos discípulos/missionários em todas as circunstâncias e lugares de nossa caminhada. “Mas vós, caríssimos, edificai-vos mutuamente sobre o fundamento da vossa santíssima fé. Orai no Espírito Santo. Conservai-vos no amor de Deus, aguardando a misericórdia de Nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna” (Jud. 1,20-21). “São Judas Tadeu, ajudai-nos a encontrar saída nas situações difíceis da vida. Dá-nos coragem de que, entendendo o plano de Deus em nossa vida, sejamos corajosos para praticá-lo”.

ORAÇÃO DE SÃO JUDAS TADEU

São Judas Tadeu, apóstolo escolhido por Cristo, eu vos saúdo e louvo pela fidelidade e amor com que cumpristes vossa missão.

Chamado e enviado por Jesus, sois uma das doze colunas que sustentam a verdadeira Igreja fundada por Cristo.

Inúmeras pessoas, imitando vosso exemplo e auxiliadas por vossa oração, encontram o caminho para o Pai, abrem o coração aos irmãos se descobrem forças para vencer o pecado e superar todo o mal.

Quero imitar-vos, comprometendo-me com Cristo e com sua Igreja, por uma decidida conversão a Deus e ao próximo, especialmente o mais pobre. E, assim convertido, assumirei a missão de viver e anunciar o Evangelho, como membro ativo de minha comunidade.

Espero, então, alcançar de Deus a graça que imploro confiando na vossa poderosa intercessão (faça o pedido da graça a ser alcançada).

São Judas Tadeu, rogai por nós.

Amém.

Texto: Dom Carlos José
Imagem: Rumo da Fé
Fonte: CNBB