A QUARESMA E O NÚMERO 40: UM SIMBOLISMO LIGADO A PERÍODOS DE MUDANÇA

QUARESMA

A Quaresma é associada aos 40 dias de Jesus no deserto, mas o número aparece em vários outros episódios-chave das Sagradas Escrituras

A Quaresma é um tempo litúrgico abertamente ligado ao número 40. De fato, a própria palavra “quaresma” vem do latim “quadragesima dies“: significa “o quadragésimo dia” e faz referência ao período de 40 dias entre a Quarta-Feira de Cinzas e o Domingo de Ramos, que abre a Semana Santa.

O Papa Bento XVI falou do significado litúrgico dos “QUARENTA DIAS DA QUARESMA” durante a audiência geral de 22 de fevereiro de 2012, quando assim o resumiu:

“Trata-se de um número que exprime o tempo da expectativa, da purificação, do regresso ao Senhor e da consciência de que Deus é fiel às Suas promessas”.

A QUARESMA E O NÚMERO 40

As Sagradas Escrituras trazem uma abundante relação entre o número 40 e períodos importantes de preparação, expectativa e mudança. Recordemos alguns exemplos:

DEUS FEZ CHOVER 40 DIAS E 40 NOITES NOS TEMPOS DE NOÉ

O Senhor disse a Noé: “Entra na arca, tu e toda a tua casa, porque te reconheci justo diante dos meus olhos, entre os de tua geração. De todos os animais puros tomarás sete casais, machos e fêmeas, e de todos animais impuros tomarás um casal, macho e fêmea; das aves do céu igualmente sete casais, machos e fêmeas, para que se conserve viva a raça sobre a face de toda a terra, dentro de sete dias farei chover sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites, e exterminarei da superfície da terra todos os seres que eu fiz.” (Gênesis 7,1-4)

MOISÉS PASSOU 40 DIAS DE JEJUM NO MONTE SINAI, A SÓS COM DEUS

Moisés penetrou na nuvem e subiu a montanha. Ficou ali quarenta dias e quarenta noites. (Êxodo 24,18);

O POVO DE ISRAEL PASSOU 40 ANOS EM ÊXODO PELO DESERTO RUMO À TERRA PROMETIDA

Quanto a vós, os vossos cadáveres ficarão nesse deserto, onde os vossos filhos guardarão os seus rebanhos durante quarenta anos, pagando a pena de vossas infidelidades, até que vossos cadáveres apodreçam no deserto. (Números 14,32 – 33);

ELIAS PASSOU 40 DIAS E 40 NOITES CAMINHANDO ATÉ O MONTE HOREB

Elias levantou-se, comeu e bebeu e, com o vigor daquela comida, andou quarenta dias e quarenta noites, até Horeb, a montanha de Deus. (1 Reis 19,8);

ISRAEL VIVEU 40 ANOS DE PAZ SOB OS JUÍZES

A terra teve quarenta anos de descanso, e Otoniel, filho de Cenez, morreu. (Juízes 3,11);

DURARAM 40 ANOS OS REINADOS DE SAUL, DAVI E SALOMÃO, OS TRÊS PRIMEIROS REIS DE ISRAEL

Pediram então um rei, e Deus lhes deu, por quarenta anos, Saul, filho de Cis, da tribo de Benjamim (Atos 13,21)

Davi tinha trinta anos quando começou a reinar, e seu reinado durou quarenta anos: sete anos e meio sobre Judá, em Hebron, e depois trinta e três anos em Jerusalém, sobre todo o Israel e Judá. (II Samuel 5,4-5)

Salomão reinou sobre todo o Israel durante quarenta anos, em Jerusalém. Depois adormeceu com seus pais e foi enterrado na cidade de seu pai Davi. Roboão, seu filho, tornou-se rei em seu lugar. (I Reis 11,42)

JONAS PROFETIZOU 40 DIAS DE JULGAMENTO PARA QUE NÍNIVE SE ARREPENDESSE

Jonas foi pela cidade durante todo um dia, pregando: Daqui a quarenta dias Nínive será destruída (Jonas 3,4);

JESUS FOI LEVADO POR MARIA E JOSÉ AO TEMPLO 40 DIAS APÓS SEU NASCIMENTO

Concluídos os dias da sua purificação segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para apresentá-lo ao Senhor (Lucas 2,22);

JESUS JEJUOU DURANTE 40 DIAS NO DESERTO, ONDE FOI TENTADO PELO DEMÔNIO

Em seguida, Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo demônio. Jejuou quarenta dias e quarenta noites. Depois, teve fome. (Mateus 4,1–2)

E logo o Espírito o impeliu para o deserto. Aí esteve quarenta dias. Foi tentado pelo demônio e esteve em companhia dos animais selvagens. E os anjos o serviam. (Marcos 1,12–13)

Cheio do Espírito Santo, voltou Jesus do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto, onde foi tentado pelo demônio durante quarenta dias. Durante este tempo ele nada comeu e, terminados estes dias, teve fome. (Lucas 4,1–2);

DURANTE 40 DIAS, JESUS RESSUSCITADO INSTRUIU OS DISCÍPULOS ANTES DE SUBIR AO CÉU E ENVIAR O ESPÍRITO SANTO

Em minha primeira narração, ó Teófilo, contei toda a seqüência das ações e dos ensinamentos de Jesus, desde o princípio até o dia em que, depois de ter dado pelo Espírito Santo suas instruções aos apóstolos que escolhera, foi arrebatado (ao céu). E a eles se manifestou vivo depois de sua Paixão, com muitas provas, aparecendo-lhes durante quarenta dias e falando das coisas do Reino de Deus. (Atos 1,1-3).

Também há quem considere que Jesus tenha estado fisicamente morto durante cerca de 40 horas: das 3 da tarde da Sexta-Feira Santa até aproximadamente às 7 da manhã do Domingo de Ressurreição, embora a Bíblia não mencione a hora em que Ele ressuscitou.

Fonte: ALETEIA