Últimas
A audácia de São Jorge diante do ódio anticristão do poderoso Senado Romano
Cônsul: Quem te autorizou a falar assim livremente e com tanta aud
IV Domingo da Páscoa - Ano B
O IV Domingo da Páscoa é considerado o “Domingo do Bom Pastor
Santidade ao alcance de todos
Em meio ao tenebroso momento que vivemos no país chega-nos a exort
Santo Expedito - Santo das horas difíceis
A história e a tradição dizem que Expedito, em latim significa
O encontro de Jesus com Maria
Uma piedosa tradição nos conta que carregando a pesada cruz para
Mais Lidas

Destaque

Próximos Eventos

Qui Abr 26 @ 3:00PM -
Terço da Misericórdia
Qui Abr 26 @ 8:00PM -
Grupo de Oração
Qui Mai 03 @ 3:00PM -
Terço da Misericórdia
Qui Mai 03 @ 8:00PM -
Grupo de Oração
Qua Mai 09 @ 8:00PM -
Terço dos Homens

Tempo Pascal

O Domingo da Ressurreição ou de Páscoa é a festa mais importante para todos os católicos, já que com a Ressurreição de Jesus é quando adquire sentido toda nossa religião.

Cristo triunfou sobre a morte e com isto nos abriu as portas do Céu. Na Missa dominical recordamos de uma maneira especial esta grande alegria. Acende-se o Círio Pascal que representa a luz de Cristo ressuscitado e que permanecerá acesso até o dia da Ascensão, quando Jesus sobe ao Céu.

A Ressurreição de Jesus é um fato histórico, cujas provas entre outras, são o sepulcro vazio e os numerosos aparecimentos de Jesus Cristo a seus apóstolos.

Quando celebramos a Ressurreição de Cristo, estamos celebrando também nossa própria libertação. Celebramos a derrota do pecado e da morte.

Na Ressurreição encontramos a chave da esperança cristã: se Jesus está vivo e está junto a nos, “que podemos temer? ”, “que nos pode preocupar? ”.

Qualquer sofrimento adquire sentido com a Ressurreição, pois podemos devemos estar seguros que, depois de uma curta vida na terra, se somos fieis, chegaremos a uma vida nova e eterna, na qual gozaremos de Deus para sempre.

São Paulo nos diz: “Se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.” (I Coríntios 15,14).

Se Jesus não ressuscitasse, suas palavras ficaram no ar, suas promessas ficaram sem se cumprir e duvidaríamos que fosse realmente Deus.

Mas, como Jesus ressuscitou, então sabemos que venceu à morte e ao pecado; sabemos que Jesus é Deus, sabemos que nós ressuscitaremos também, sabemos que ganhou para nós a vida eterna e desta maneira, toda nossa vida adquire sentido.

A Ressurreição é fonte de profunda alegria. A partir dela, nos os cristãos não podemos viver mais com faces tristes. Devemos ter face de ressuscitados, demonstrar ao mundo nossa alegria porque Jesus venceu a morte.

A Ressurreição é uma luz para os homens e cada cristão deve irradiar essa mesma luz a todos os homens os fazendo partícipes da alegria da Ressurreição por meio de suas palavras, seu testemunho e seu trabalho apostólico.

Devemos estar verdadeiramente alegres pela Ressurreição de Jesus Cristo, nosso Senhor. Neste tempo de Páscoa que começa, devemos aproveitar todas as graças que Deus nos dá para crescer em nossa fé e seremos melhores cristãos. Vivamos com profundidade este tempo.

Com o Domingo de Ressurreição começa um Tempo Pascal, no qual recordamos o tempo que Jesus permaneceu com os apóstolos antes de subir aos céus, durante a festa da Ascensão.

A festa da Páscoa é tão importante, que em um só dia não é suficiente para festeja-la. Por isso a Igreja fixou uma oitava de Páscoa (oito dias) para contemplar a Ressurreição e um Tempo Pascal (cinquenta dias) para seguir festejando a Ressurreição do Senhor.

 
A Palavra

I Domingo do Tempo Pascal
II Domingo do Tempo Pascal
III Domingo do Tempo Pascal
IV Domingo do Tempo Pascal
V Domingo do Tempo Pascal
VI Domingo do Tempo Pascal
Solenidade da Ascensão
Solenidade de Pentecostes

 
Leia também...

Tempo da Quaresma - 2018 
Semana Santa, a Semana Maior  
Porque Cristo ressuscitou
O Evangelho da Misericórdia

 

 

: